Coisas que te vou querer contar e das quais não me posso esquecer #13

Coisas que te vou querer contar e das quais não me posso esquecer #13

Ontem descobriste que podes brincar com os teus pés. Desde então desdobras-te, literalmente, em manobras de controcionismo para os agarrares com as mãos e os levares à boca.
Podia escrever-te umas metáforas sobre os teus pés. Dizer-te que eles vão servir para fazeres o teu caminho. Que com eles te hás-de aproximar e afastar de quem te quiser bem e de quem não te quiser assim tão bem. Os teus pés hão-de estar sempre lá para te levar onde quiseres, por mais longe e mais difícil que seja. Os teus pés vão permitir os teus primeiros passos quando tiver que ser. Eu vou segurar-te as mãos, amparar-te as quedas e depois chamar-te e esperar-te ao longe para que caminhes sozinha na minha direcção. Por toda a vida a admirar-te nos passos que deres. Imensamente grata pela imensidão de gente que já és. Minha filha.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s